domingo, 16 de março de 2014

"Segundo uma concepção amplamente difundida, objetividade e neutralidade são características centrais do conhecimento científico.   Opiniões, referências pessoais e suposições especulativas não tem lugar na ciência.   As teorias científicas são neutras no sentido de não possuírem vínculo com ideologias, interesses pessoais ou de grupos, fatores políticos ou econômicos.   O conhecimento científico é conhecimento confiável porque é neutro e provado objetivamente."
...
"A ciência permitiu mandar homens a Lua, curar a tuberculose, inventar a bomba atômica, o automóvel, o avião, a televisão e inúmeros outros inventos que mudaram a natureza da nossa vida cotidiana.   O método científico é geralmente reconhecido como o meio mais efetivo para descobrir e prever o comportamento do mundo natural.  Nem todas as invenções científicas foram benéficas aos seres humanos - há progressos científicos que vieram a ser utilizados tanto para destruir como para melhor a vida humana.  Entretanto, seria difícil negar o sucesso das manipulações do mundo natural que a ciência tornou possíveis."
(Nigel Warburton - 'O básico da Filosofia')

sexta-feira, 14 de março de 2014


14 de Março - Aniversário de nascimento de Albert Einstein.   Grande gênio da ciência, homem que revolucionou a física.   Autodidata, Einsten sempre esteve a frente de seu tempo.

quinta-feira, 13 de março de 2014

"...Por tanta familiaridade com o mistério, as crianças são naturalmente religiosas,  como se a natureza suprisse quem se encontra biologicamente mais próxima da fonte da vida de percepções holísticas contidas na vitalidade das células, na mecânica das moléculas, na identidade quântica dos átomos, onde matéria e energia são apenas faces de uma mesma realidade..."
(Frei Betto)

segunda-feira, 10 de março de 2014

Tubarão - I



Classificação Científica:


Reino:  Animalia
Filo:  Chordata
Classe:  Chondrichthyes
Subclasse:  Elasmobranchii
Ordens:   Cacharhiniformes
              Hexanchiformes
              Heterodontiformes
              Lamniformes
              Orectolobiformes
              Pristiophoriformes
              Squatiniformes



Os olhos humanos distinguem um amplo espectro de cores, já os tubarões veem apenas na faixa azul-verde, porém com muita nitidez, segundo o biólogo marinho David Gruber.

sábado, 8 de março de 2014

Tempo de Crise, Tempo de Despertar!

"Analistas das ciências da Terra e do Cosmo nos advertem que o tempo atual se assemelha muito às épocas de grande ruptura no processo de evolução do planeta, caracterizadas por processos de extinção em massa.   Só que o risco, agora, não vem de alguma ameaça cósmica ou de algum cataclismo natural produzido pelo próprio planeta, como naqueles tempos; vem da atividade humana.
A atual ameaça se chama: 'Homo sapiens sapiens' (homem sábio sábio), que tem se comportado como 'Homo sapiens demens' (homem sábio demente), criando os instrumentos de sua própria destruição.  O destino da biosfera está em suas mãos, e é ele que tem que decidir se quer continuar a viver ou autodestruir-se.
Nos últimos três séculos, a humanidade ocidental criou um estilo de vida mundializado, ao qual estão ligadas a destruição de ecossistemas, a ameaça nuclear e a falta de compaixão, que relega milhões e milhões de pessoas a miséria.   Como consequência, os indicadores da situação mundial, hoje, são alarmantes.
Estimativas otimistas estabelecem como data-limite o ano de 2030, a partir do qual a sustentabilidade do sistema Terra não estará mais garantida.  Resumidamente, são três os nós problemáticos que devem ser desatados urgentemente:
- o nó da exaustão dos recursos naturais não renováveis;
- o nó da suportabilidade da Terra (quanto de agressão ela pode suportar?);
- o nó da injustiça social mundial.
Temos de mudar nossa forma de pensar, de sentir, de avaliar e de agir e partir de outros princípios mais benevolentes para com o nosso planeta, se quisermos salvá-lo e também a nós mesmos.
mais do que nunca, precisamos ter sabedoria para captar informações imprescindíveis, definir a direção certa, projetar o sonho que guiará e priorizar as ações que vão traduzir este sonho em realidade.
Para refazer a aliança com a Terra e com todas as formas vivas nela existentes, e com elas selar um pacto de benquerença, "sonhar" é da maior importância.
E, então, nos perguntamos:
- Qual o nosso sonho, agora?   Que visões de futuro ocupam as mentes e o imaginário coletivo?   Qual a nossa capacidade de criar novos valores?   Que cuidados temos tomado para com a natureza e que benevolência suscitamos para com todos os seres da criação?   Que novas tecnologias utilizamos coerente com eles?   Que irmandade estabelecemos entre todos os povos e culturas?   Quem são os sujeitos coletivos que irão gerar a nova civilização?
Nestes tempos de deserto e solidão, temos de sonhar e viver o sonho de uma nova civilização, não mais regional, mas coletiva e planetária e, também, mais solidária, mais ecológica, mais integradora e mais espiritual.
(Adaptado de Leonardo Boff, O Despertar da Águia. Vozes: Petrópolis, 1998)

08 de Março - Dia Internacional da Mulher